Caça da FAB faz pouso de emergência após perder peça de fuselagem no RS


Objeto cai em rua na Região Metropolitana de Porto Alegre
Um caça da Força Aérea Brasileira (FAB) fez nesta segunda-feira (6) um pouso de emergência em uma base militar no Rio Grande do Sul depois que uma peça da fuselagem caiu na cidade de Cachoeirinha sem deixar vítimas, informaram fontes oficiais.

O acidente com um caça modelo 
F-5M do 1º Esquadrão do 14º Grupo de Aviação de Caça ocorreu por volta das 8h45 desta segunda-feira, informou a FAB.

Minutos antes do incidente, o avião havia decolado da Base Área de Canoas e teve de retornar à mesma após perder em pleno voo uma peça metálica de mais de um metro de extensão que cobre a cabine (canopy).

A peça caiu em uma rua no centro de Cachoeirinha sem ferir ninguém. O estrondo, no entanto, assustou moradores que deixaram as casas correndo.

Entre moradores, há divergência sobre a origem do objeto. Segundo a Rádio Gaúcha, algumas pessoas relataram ter visto fumaça de um avião que estaria indo em direção a Morungava.

Segundo algumas testemunhas, o objeto chegou a voar cerca de dois metros depois de impactar no solo e logo em seguida se despedaçou em vários pedaços.

Em contato com zerohora.com, o fotógrafo Cledisom Martins da Rosa, 40 anos, declarou que foi surpreendido com a presença da peça em meio à via.

— Caiu no meio da rua. Quando eu estava indo trabalhar. O mais impressionante é que não vi, nem ouvi nenhum avião. É uma peça grande, de mais de 40 quilos — relata Rosa

A FAB informou que o canopy foi recolhido e será utilizado nas investigações para identificar as causas do incidente.

A aeronave pertence ao Primeiro Esquadrão do Décimo Quarto Grupo de Aviação, e decolava em missão operacional para a Base Aérea de Santa Cruz, no Rio de Janeiro.
Confira nota da FAB
Brasília, 6 de setembro de 2010

O Comando da Aeronáutica informa que o canopy de uma aeronave F-5M da FAB desprendeu-se em vôo logo após decolar da Base Aérea de Canoas, por volta das 08h45. O piloto retornou para pouso em segurança. Não houve feridos.

A aeronave, pertencente ao Primeiro Esquadrão do Décimo Quarto Grupo de Aviação (1º/14º GAV), decolava em missão operacional para a Base Aérea de Santa Cruz, no Rio de Janeiro.

O canopy, peça que cobre a cabine da aeronave, foi recolhido na cidade de Cachoeirinha (RS) por uma equipe da Base Aérea de Canoas.

O Comando da Aeronáutica já iniciou as investigações para identificar os fatores que contribuíram para o incidente.

Marcelo Kanitz Damasceno - Cel Av
Chefe Interino do Centro de Comunicação Social da Aeronáutica

Fontes: EFE / Zero Hora - Fotos: Cledisom Martins da Rosa (Arquivo Pessoal) / Reprodução (TV Globo) / Ronaldo Bernardi (Zero Hora/Agência RBS)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

Rastreamento da estação espacial