Força Aérea Italiana: 50 anos da equipe acrobática “Frecce Tricolori”


O esquadrão de demonstração aérea Frecce Tricolore, da Força Aérea Italiana, comemora 50 anos em 2010.
A Força Aérea Italiana (AMI – Aeronautica Militare Italiana) celebra os 50 anos de história da “Frecce Tricolori”, a equipe aérea acrobática nacional, e organiza para a ocasião um grande show aéreo nos dias 11 e 12 de setembro, no aeroporto militar de Rivolto, em Udine. Envolvidas estão as mais importantes esquadrilhas militares de demonstração do mundo, sempre parceiras da esquadrilha de acrobacia nacional da Itália, a PAN (Pattuglia Acrobatica Nazionale), como os Red Arrows (Royal Air Force Acrobatic Team), a “Patrouille de France Acrobatique”, a espanhola “Patrulla Aguila” e a suíça “Patrouille Suisse”. Também em exposição estática estarão aeronaves históricas, aeronaves militares das forças armadas da Itália e aeronaves civis.
A AMI aproveita estes eventos abertos ao público com atividades de utilidade social: nessa ocasião, a Força Aérea da Itália estará ao lado do Instituto Italiano de Pesquisa do Cancêr (AIRC). De fato, estará disponível para o público acessórios da AMI, com procedimentos que apoiarão a pesquisa do cêncer e, em particular, mostrará um caminho educacional para os jovens cientistas.
A celebração dos 50 anos da PAN é uma oportunidade para que toda força aérea compartilhe os valores e a paixão pelo voo. A equipe acrobática é de fato apenas uma peça de um grande mosaico composto por todas as realidades operacionais da força, a qual possui a principal tarefa, juntamente com as outras forças armadas, de manter a defesa e a segurança nacional, e dar a sua fundamental contribuição nas missões realizadas no exterior.
Os fãs de aviação poderão pela internet acompanhar no domingo, dia 12 de setembro, o evento, que estará disponível online atravé do site da Força Aérea Italianawww.aeronautica.difesa.it.
A acrobacia aérea militar nasceu na Itália através do Coronel Rino Corso Fougier, que em 1930, em Campoformido, formou a primeira equipe de acrobacia aérea, a “Mad Patrol” (Pattuglia Folle), voando em biplanos CR-20 os quais, desde a sua adoção, tiveram uma breve história . Após anos de sucesso na Europa, com shows aéreos em Budapeste e Berlin, além da América do Sul e Argentina, a Segunda Guerra Mundial fechou por uma década as atividades de acrobacias aéreas, voltando em 1950 com a patrulha do “Prancing horse” (Cavallino rampante), consistindo de quatro jatos DH-100 Vampire da 4ª Brigada Aérea. Nesses anos, a redundância das aeronaves utilizadas pelo Comando da Ala, permitiu que fosse estabelecido uma equipe de acrobacia num ano e uma de treinamento no ano seguinte.
Em nove anos de sucessivas patrulhas, a “Black Lancers”, a “White Tigers”, a “Thundering Jets”, a “Red Devils”, até que em 1959, quando o Chefe das Forças Militares decidiu formar uma equipe permanente de acrobacia aérea, os “Frecce Tricolori”, como parte do 313º Esquadrão de Acorbacia, baseado em Rivolto del Friuli. Desde então as flechas tricolores estão equipadas, primeiro com os caças F-86 Sabre, depois com os jatos italianos Fiat G-91 PAN e atualmente com os jatos de treinamento MB-339 PAN.
Para maiores informações sobre o programa e como ter acesso ao aeródromo, o qual deve receber a visita de milhares de pessoas, e para credenciamento de impnresa, basta visitar o site especial dos 50 anos da Frecce Tricolore, no link a seguir:www.aeronautica.difesa.it/PAN50.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

Rastreamento da estação espacial