A maior feira de aviação civil da América Latina traz novidades e perspectiva de crescimento para o mercado

Realizada entre os dias 17 e 20 de junho no Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial - DCTA, em São José dos Campos, a Expo Aero Brasil é a única feira do Brasil que reúne expositores de todos os segmentos de aviação civil.
Com a participação de 16 países, a EAB 2010 é o cenário ideal para as empresas nacionais e internacionais que querem ampliar sua participação no mercado latino-americano. Uma das novidades apresentadas este ano será o lançamento, no país, das aeronaves portuguesas Land África e Citius representadas pela empresa WLB-Brasil. O produto nacional também terá destaque durante a feira. A empresa EDRA, fabricante de aeronaves, aposta no mercado de anfíbios com o Super Petrel LS com custo acessível.
O setor movimenta uma parcela significativa da economia brasileira. O país abriga um dos cinco maiores mercados aeroespaciais do mundo, com faturamento anual de mais de US$ 20 bilhões sendo que, desse total, US$ 5 bilhões são da cidade de São José dos Campos. “Ela é a locomotiva do setor aeroespacial brasileiro”, afirma o Comandante Décio Corrêa, organizador e realizador da Expo Aero Brasil. As tendências do trade aeronáutico serão debatidas durante os congressos, meetings, convenções e fóruns realizados no Auditório Ozires Silva, que reunirão autoridades dos diversos segmentos do setor aeroespacial.
Ao longo de suas 12 edições, a feira apresentou números expressivos como 20.000 pousos e decolagens. Este ano, a expectativa de negócios é de US$ 40 milhões e público de 35 mil visitantes. Além das oportunidades de realização e prospecção de novos negócios, a EAB 2010 também oferece atrações para o público entusiasta que poderá assistir as apresentações da Esquadrilha da Fumaça, da Esquadrilha Oi, entre outras atrações de show aéreo e voos de performance.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

Rastreamento da estação espacial