ANAC homologa primeiro curso de piloto a distância do Brasil

Conforme o diretor da Aerocurso, Wagner Garbelini, o primeiro contato com as autoridades da aviação civil aconteceu há mais de 15 anos. “Porém, faltava uma ferramenta que pudesse viabilizar a implantação de um curso para atender alunos de todo território nacional. A expansão da internet e a facilidade criada pela comunicação online nos motivou a desenvolver uma estrutura capaz de oferecer o curso teórico a distância de Piloto Privado de Avião”, explica.

Como nenhuma escola havia obtido homologação, também para a ANAC esse era um processo novo. Por isso, todas as etapas de desenvolvimento desse projeto foram acompanhadas muito de perto por autoridades da aviação civil. “Até a conquista da homologação foram cumpridas todas as etapas relativas a documentação para atender os pedidos da ANAC, além de viagens regulares ao Rio de Janeiro e Brasília para avaliação dos procedimentos adotados”, diz Garbelini.

Todas as aulas foram gravadas e editadas, sob a supervisão do controlador de tráfego aéreo Carlos Aberto Souza e Silva, o qual também monitora o trabalho dos tutores. Cada tutor poderá atender no máximo 30 alunos. Além das provas online os estudantes também serão avaliados em uma única prova presencial. A plataforma original de todo esse sistema operacional do curso foi desenvolvida pela Aerocurso.com, coordenada pelo Gerente de Suporte Tecnológico, Victor Hugo Garcia. Ele explica que, além do conteúdo das 11 disciplinas exigidas pela ANAC, para melhor aprendizado foram desenvolvidos recursos com computação gráfica, plena interatividade com o tutor e outros alunos, biblioteca virtual para consulta e outras metodologias e ferramentas exclusivas desse ambiente virtual oferecido pela Aerocurso.

Rede de franquia
Esse programa inédito desenvolvido pela equipe do Aerocurso.com foi criteriosamente avaliado e aprovado pela diretoria da Microlins, em São Paulo, a maior franquia de ensino profissionalizante do País, a qual divulgará em toda sua rede o curso de Piloto Privado Teórico a distância. A Microlins também servirá como um suporte para os alunos, inclusive para a aplicação da prova presencial. Na avaliação de Wagner Garbelini, o aluno terá todas as condições para, num período inferior a seis meses, estar bem preparado realizar com êxito o exame da banca da ANAC. Após aprovado, ele será instruído para procurar um aeroclube e assim realizar as aulas práticas de voos. “A habilitação de Piloto Privado de Avião é o primeiro degrau desta promissora carreira”, finaliza Garbelini.

Fonte:
Diário de Petrópolis, via NOTIMP

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

Rastreamento da estação espacial