Enquanto ronda o cancelamento do programa, o A400M voa pela terceira vez

O avião de transporte militar da Airbus, o A400M, voou pela terceira vez na quinta-feira, dia 7, durante o programa de testes de voo, apesar da Airbus reconhecer pela primeira vez nessa semana que poderá abandonar o programa se não houver novos aportes financeiros dos sete países envolvidos no programa militar. O prazo final para tomar a decisão de continuar ou não é no final desse mês, e no dia 12 os representantes dos sete governos se reunirão na Espanha para tomar conhecimento sobre a situação
 financeira do programa militar A400M.


 








Durante o terceiro voo de duas horas e 25 minutos de duração, que decolou de Sevilha, na Espanha, a tripulação se concentrou em explorar diferentes configurações da aeronave em voo.
A aeronave, conhecida como MSN1, agora completou nove horas e 20 minutos de voo. O piloto de testes Michel Gagneux se tornou o terceiro piloto a voar a aeronave, apoiando o comandante Nacho Lombo. O líder de operações de testes de voo da Airbus, Fernando Alonso, também voou junto na aeronave atuando pela primeira vez como engenheiro de voo.
O ritmo dos voos de testes deverá ser aumentado nos próximos dias. A primeira aeronave de testes está prevista para voar 1.200 horas durante as 3.700 horas previstas de testes de voo do programa que envolverá cinco aeronaves, as quais objetivam entregar a primeira aeronave no final de 2012, se o programa não for cancelado antes disso…

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

Rastreamento da estação espacial