R$ 180 milhões para Confins

Investimento, necessário à Copa 2014, visa à ampliação para 12 milhões de passageiros/ano


O governador Aécio Neves, o prefeito de Belo Horizonte, Márcio Lacerda, e o presidente da Infraero, Murilo Marquez Barbosa, anunciaram ontem novos investimentos no Aeroporto Tancredo Neves, em Confins. Segundo estimativas, o total dos recursos aplicados podem chegar a até R$ 180 milhões, montante que faz parte dos investimentos previstos no Plano de Aceleração do Crescimento (PAC). As obras visam à ampliação da capacidade de passageiros para a Copa das Confederações, em 2013, e para a Copa do Mundo, em 2014, e serão realizadas em diferentes fases. Com a iniciativa, será possível aumentar a capacidade do aeroporto para até 12 milhões de passageiros ao ano – hoje circulam anualmente no Tancredo Neves cerca de 5,5 milhões de pessoas.

A prioridade, de acordo com o anúncio, será a ampliação do terminal 1 com a entrega de novas esteiras para bagagens e a conclusão de um segundo estacionamento (já em obras) até fevereiro de 2010, a instalação de novo sistema de ar condicionado e o aumento da área de desembarque. Para permitir o pouso e a decolagem de aviões de grande porte com destinos internacionais, o que incluirá o transporte de cargas, a pista do aeroporto será ampliada em 600 metros. Essas obras custarão R$ 12 milhões e já serão responsáveis por um aumento da capacidade atual de passageiros de 5,5 milhões para 7 milhões anuais.

Em paralelo, a Infraero anunciou a transferência de novos recursos ao governo de Minas Gerais para a elaboração do projeto executivo do terminal 2. Segundo Barbosa, será assinado um termo aditivo ao convênio que existe para que a transferência seja permitida. "Vamos transferir ao governo de Minas a execução e os recursos para execução. Ele (o governo) têm uma agilidade muito grande na execução.

Quando terminar o projeto básico e o executivo, aí teremos recursos para execução da obra. Mas ainda vai levar algum tempo para execução do projeto", adiantou Barbosa.

AEROPORTO INDUSTRIAL

Durante o evento, foram acertados também os detalhes para agilizar os procedimentos da licitação dos primeiros lotes do Aeroporto Industrial até o fim de janeiro. O processo definirá as empresas que se instalarão no local, com direito a regime tributário especial para exportação. O empreendimento será implantado no entorno do Aeroporto Internacional Tancredo Neves em uma área de 46 mil metros, pertencente ao estado. Até o momento, estão sendo realizadas as obras de urbanização, construção de um entreposto aduaneiro, realocação da cabine de medição de energia elétrica e interligação à rede elétrica.

fonte: Estado de Minas

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

Rastreamento da estação espacial